AFROUXAMENTO DO ISOLAMENTO DOMICILIAR CAUSA AUMENTO DE CASOS DE COVID-19 NO MS

Conforme boletim epidemiológico, de 20 de maio de 2020, pelo governo do estado de Mato Grosso do Sul, houve um aumento significativo do número de casos confirmados de COVID-19 em relação aos dias anteriores.

No Estado foram contabilizados, nesta data, 693 casos, 17 óbitos que já começam atingir as menores cidades do MS, destes 52 nas últimas 24 horas. Este aumento expressivo vem como resultado do afrouxamento do isolamento domiciliar defendido nos primeiros dias de epidemia.
O retorno ao trabalho, as atividades essenciais e também não essenciais como bares, restaurantes, academias e shopping contribuem para o aumento da disseminação do vírus. A resistência de algumas pessoas em seguir as recomendações, podem acarretar em sobrecarga do sistema de saúde tanto público como privado.

Há relatos de jovens em roda de tereré, compartilhando narguilé, superlotação de bares, festas em condomínios com grandes quantidades de pessoas sem preocupação com o quadro atual. Vale ressaltar que não é necessário apresentar sintomas para estar transmitindo o COVID-19 e que apesar da maioria da população infectada ter uma boa evolução da doença ainda há um aumento no número de óbitos principalmente das pessoas do grupo de risco.

Apesar dos novos protocolos que instituem o uso da cloroquina ou hidroxicloroquina mesmo em casos leves, não existem comprovações científicas que considerem este medicamento para cura do novo coronavírus. A forma mais eficaz de evitar os grandes impactos da doença é a prevenção que inclui o distanciamento social, as medidas de higiene e uso de máscaras.